Total de visualizações de página

domingo, 28 de outubro de 2012


Construindo uma ponte que me leve a mim mesma, que facilite o conhecimento que preciso ter sobre os meus sentimentos, sobre o que quero e sobre o que realmente preciso para ser feliz.

Luana Costa

sábado, 27 de outubro de 2012

Chove, não só lá fora.


Noite que não que passar, e eu aqui ouvindo o som tão querido da chuva que cai no telhado, fico aqui sem ter ao certo no que pensar pensando sem parar... Sinto-me feliz, mas falta algo, falta preenchimento, falta certezas, falta aquilo tão desejado que de um desejo tão profundo não identifico o que é, ou identifico tão bem que não haveria palavras para expressar, falta algo que faça cessar essas lágrimas que sem explicação não deixam de se impor... Haa que noite, haa que sentimentos, haa que pensamentos, haa que tristeza, haa que felicidade, que alma complexa o criador em mim pós. Anseio por algo que sei tão bem o que é que na turbulência não me é permitido saber, quero tanto que não me cabe querer, aparento a calma que apenas aqueles tomados por essa perturbadora agonia consegue aparentar, desejo aquilo que só você pode me dar, aquilo que vai por completo me sossegar, que vai fazer a mansidão chegar e junto com a felicidade enraizar, para qualquer tristeza no mais íntimo que seja cessar.

Luana Costa

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Momentos...



Olhando individualmente ou como um todo, não importa, cada momento foi perfeito. Foram várias primeiras primeira vez, coisas e gestos simples mas de um significado imensurável. Coisas como um bolo de bacia, um rolar na grama, um deitar para ver estrelas, que fizeram uma diferença e marcaram minha vida completamente.
Cada momento tem um “algo a mais”, a cada olhar um acréscimo de admiração, cada sorriso um novo conhecimento, cada cheiro milhares de sensações...  haaaaa que sensações.
Posso agora mesmo fechar meus olhos e ouvir tua voz nas várias conversas ao telefone, sentir a sensação de estar deitada em teu peito, ouvindo tua respiração ao mesmo tempo em que posso ouvir seu coração bater, ao mesmo tempo em que posso sentir teu cheiro, beijar seu pescoço, encostar meus pés nos seus, ouvir as palavras perFeitamente sussurradas em meu ouvido, ao mesmo tempo em que posso lembrar exatamente como estavam as estrelas, lua, planeta, folhas, como tudo estava naqueLas tardes e noites, posso sentir cada mordida, cada arrepio na lombar, cada cara, cada gesto, cada jeito, cada sorriso, cada olhar, cada, cada um de seus pensamentos se chocando aos meus. Não me preocupo com o amanhã, pois sei que posso trazer para sempre essas imagens e sensações comigo e revive-las nos meus pensamentos sempre que tiver vontade, necessidade...
Nunca iremos nos esquecer, marcamos muito um ao outro... Marcamos muito!

Luana Costa




domingo, 25 de março de 2012


Tudo começa a desmoronar quando o orgulho está a dominar...

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Romântico ou safado? --'


Paremos para separar os homens em duas categorias: Os românticos e os safados. Qual desses é o tipo preferido das mulheres? Qual que agrada mais? Qual o mais disputado no mercado dos relacionamento?
Sem sombra de dúvidas muitos caras já se perguntaram qual desses dois tipos deveriam ser para conquistar aquela tal menina, qual desses dois tipos as mulheres preferem. Pois bem meus queridos, seus problemas acabaram, é chegada a hora do fim do mistério, a hora que esclarecerei para vocês o que passa na cabeça feminina.
Podem esquecer essa história de ou romântico ou safado, o ideal é que seja meio a meio, 50% romântico e 50% safado, as mulheres adoram homens românticos, do mesmo modo que não suportam caras sem atitude, ou sem pegada.
Seja do tipo que abre a porta do carro, manda flores, torpedos apaixonados no meio da noite, diz que ama, mais não esqueça também dos abraços, beijos, cheiros e mordidas "calientes", consiga esse meio termo e prepare-se para o sucesso...
Só não aproveite as dicas para se tornar um outro tipo o "pegador", ta aí um exemplo do que as mulheres não gostam.

#FICADICA  ;)

Luana Costa

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Um sentimento que não tem nome.


Como você consegue ser assim? Ao mesmo tempo que é implicante, chato, burro, desatendo, você também mostra ser o mais compreensivo, aquele que mais me faz feliz, aquele que mais me da atenção, o mais sensato. Ao mesmo tempo que você me enche de razões para que eu me afaste, você faz com que eu permaneça compulsivamente ligada a você, e me aprisiona de forma estarrecedora em seus encantos.
Ando procurando sempre fazer valer a pena todos os nossos momentos, procurando sempre te dar meu melhor, com a intensão de te retribuir toda dedicação posta em mim.
O que eu sinto não há no dicionário, é um sentimento que não tem nome, cobranças, explicação, expectativas, é um sentimento único, só nosso, com nossa cara, sentimento esse que nos acalma como a brisa e que nos ascende como o fogo, que tem como protagonista o romantismo e o desejo.
É lindo tudo isso, é maravilhosa essa forma de te querer despretensiosamente, de te querer no hoje, no agora, no longe, no perto, sem me preocupar com as possíveis tristezas programadas para o amanhã...

Luana Costa

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012


Apesar de tudo, nada nunca está tão ruim ao ponto de não poder piorar. Por isso me obrigo sempre a ter, procurar ou inventar motivos para sorrir, acreditar, sonhar...  

Luana Costa

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Minha droga é você.


Precisando de você juntinho de mim agora, em um lugar qualquer, de um jeito qualquer, para me fazer feliz do jeitinho que só você sabe fazer, para fazer palhaçadas e arancar-me os risos que só você conhece... Os risos mais sinceros, mais alegres, mais cheios.
Preciso de você aqui para encher meus olhos, coração e momentos de felicidade.
Preciso do seu eu, do seu cheiro, do seu beijo, do seu abraço, de você inteiro, me tendo inteira de uma forma doce, calma, quente, sincera, daquela forma que só nós sabemos ser.
Estou viciada, não adianta me internar, nem os melhores tratamentos serão capazes de me curar, a única forma de me acalmar, é uma dose da droga me dar... e minha droga é você.

Luana Costa

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


E toda noite o mesmo desafio... Tentar dormir no meio desse turbilhão de incertezas  =/

Luana Costa

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012


O que importa não é a religião e sim o que o homem traz no coração, religião não significa salvação!

Luana Costa

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Parabéns Datilografias do Coração (^)


Há um ano que criei o meu verdadeiro confessionário, despejando aqui todos os meus pensamentos, tristezas, alegrias, e algumas doses de indiretas também, porque não?   KKKKKKKKKKKK
Obrigada pelas mais de 2000 leituras alcançadas durante esse ano, e por dividirem comigo cada sentimento aqui postado  *---*

Venham sempre queridos leitores, estejam a vontades nesse cantinho inteiramente nosso  ;* 


Luana Costa

sábado, 28 de janeiro de 2012


Preciso me resolver, tomar atitudes, estabelecer prioridades que me priorizem... Ter algum foco ou simplesmente ter a mim.

Luana Costa

Você foi uma pedra em que tropecei no meio do caminho, agora cabe a você fazer parte do meu castelo ou se tornar apenas mais um obstáculo.

Luana Costa

sábado, 21 de janeiro de 2012

Essa sua tempestade!


Não sou do tipo que espera muito das pessoas, não, eu não espero muito de você, o que eu espero é que você faça apenas o que deveria fazer, se você fizesse o seu mínimo já seria tão bom, eu sei, ninguém deveria se contentar com o pouco ainda mais eu, que sei que mereço o melhor, mas é tanta indiferença que até seu mínimo poderia ser surpreendente para mim.
Toda sua indiferença e descaso é como se fosse aquelas tempestades fortíssimas, com aquelas ventanias que sai afastando tudo, aquelas onde existem muitos, muitos objetos voando, soltos, prontos para derrubarem o que houver pela frente. É meu bem, sua indiferença se parece com a ventania dessa tempestade, ela ta nos afastando deliberadamente, apesar da tempestade ser forte a ventania ser exaustiva eu continuo me esforçando para me manter ligada a você.
Até que vem seus descasos que mais se parecem com os objetos soltos da tempestade que estão prontos para derrubar tudo, derrubar o sentimento que ainda existe em mim e que provavelmente nunca existiu em você, também luto contra esses objetos, luto, luto, luto, até chegar o ponto que esse não será mais meu querer, até chegar o ponto em que eu desistirei de tudo, deixarei a tempestade passar e arrastar com ela tudo, deixarei levar, deixarei renovar-me... Pois meu querido por todo esse tempo estive lutando sozinha contra essa tempestade, suas ventanias e objetos, estou exaurida, não aguento mais lutar sozinha sem nem sequer saber se valerá a pena tanto esforço, foram e são tantas oportunidades perdidas, tantas possíveis felicidades jogadas fora, tudo pela tentativa de estar bem, do seu lado, lutando JUNTOS pois sozinha não lutarei mais.
A única coisa que terás de mim a partir de agora é reciprocidade, portanto está em tuas mãos, receberas o que me deres.



Luana Costa

domingo, 15 de janeiro de 2012

A mais bela nuvem...


Você é uma nuvem, a nuvem mais linda que já vi... Mas que agora está carregada, agora se deixa chover. Não dê espaço para a vinda de uma tempestade, não abra caminhos para trovoadas, vá transformando sua chuva em um leve chuvisco e aos poucos vá abrindo caminhos para o sol brilhar novamente, para ele inundar o mais profundo de ti, e aí sim transbordar luz, te trazendo a felicidade e brilho novamente, para que você continue a me encantar, para que você continue a me fascinar...

Luana Costa


sábado, 14 de janeiro de 2012


Se toda distância fosse traduzida em quilômetros seria fácil, o pior é quando ela é sentida em atitudes,ou melhor, na falta delas.

Luana Costa

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Lapidação


Morreu aquela menininha frágil, coração mole, de choro fácil e muitas vezes estúpidas. Muitas pessoas ajudaram a assassiná-la e o que restou tratei eu mesma de findar.
Criou-se uma menina nova, nada de fragilidade, nada de coração mole, nada de choro fácil, e principalmente nada de estupidez, essa menina também muitas pessoas ajudaram a criar, mais nada seria possível se eu não tivesse permitido toda essa transformação.
Nada aconteceu do dia pra noite foram muitas decepções, choros, fracassos, desilusões, vários fatores que tornaram necessária tal mudança. Podem me tachar do que quiser, só não podem me tachar fraca, pois isso não sou, sou forte, aprendi a ser forte, precisei ser forte, pode vim alegrias ou tristezas, amores ou desamores, carinhos ou indiferenças, começos ou fins... Estarei preparada para tudo, e todos terão trabalho de ver algo além de um sorriso, alegria e tranquilidade invejáveis, e para os poucos que ainda sim conseguirem ver os fios de tristeza em mim escondidos, que não sintam pena, isso apenas existe pois estarei sempre em uma eterna lapidação.

Luana Costa

sábado, 7 de janeiro de 2012


Não consigo disfarça a voz, as palavras, o jeito, ainda não sou "expert" na arte de enganar, mas independente de tudo a máscara está no lugar, só os verdadeiros conseguiram enchergar o que o coração não é capaz de gritar.


Luana Costa